sábado, 6 de novembro de 2010

HiFiShow 2010 - Viasónica... finalmente o feitiço dos diamantes!

A Viasónica apresentou um sistema muito equilibrado composto pelas belas colunas Bowers & Wilkins 805 Diamond, um amplificador Unison Research P70 e uma fonte digital universal Ayre C5xe. O som estava fantástico! Esta é a minha segunda sala preferida (a seguir à Megaudio) no Top 3 do HiFiShow 2010.


A pressão sonora conseguida por este sistema, e a forma concentrada, densa, localizada e projectada como se podia ouvir e sentir essa pressão e o som em geral, não teve concorrência no evento. É verdade que outros sistemas mais "pujantes" (e muito maiores, e muito mais caros) teriam seguramente maior capacidade de SPL, mas nesta pequena sala, este sistema tão comedido, conseguiu atingir níveis superlativos de quantidade e qualidade, sendo que principalmente a qualidade estava num patamar muito elevado de realismo, verosimibilidade, palpabilidade do som e da performance musical. A fonte digital da Ayre, que aplica um filtro proprietário "Minimum Phase" no processamento Digital/Analógico, é meio caminho andado para se obter uma apresentação sonora realista e sem grandes aberrações digitais.


As colunas já as tinha ouvido anteriormente, com muito boa impressão delas mas sem deslumbrar ao ponto de justificar a subida acentuada do preço das colunas relativamente às 805s... bom, se calhar desta vez já começo a encontrar justificação... pudesse eu gastar o dinheiro (é a crise) e provavelmente faria upgrade das minhas 805s para estas 805 Diamond, com total confiança no que diz respeito ao upgrade técnico e à validade da opção. Noto uma melhoria na resposta das baixas frequências, um pouco mais presentes e mantendo a limpeza tradicional das 805, e os benefícios do diamante na resposta das médias e altas frequências notou-se bem com uma renovada capacidade de projecção e de criar uma ilusão dimensional bastante credível. O carácter contido e controlado das colunas mantém-se, mas bem mais refinado, mais integrado e limpo. Ouviu-se também a "mão" de Alberto Silva (B&W Portugal) na qualidade da instalação destas colunas na sala, perfeitamente posicionadas integradas por forma a maximizar a sua performance no local de demonstração.


Possivelmente foi a primeira vez que ouvi um Unison Research... e as 805 Diamond com amplificação a válvulas. A estreia não podia ter sido melhor, é sem dúvida uma marca a ter em conta. Não podemos isolar o amplificador do som tenso & intenso que ouvi nesta sala, ele é provavelmente o principal responsável, o que significa que tem uma boa entrega de corrente e foi capaz de dominar as 805 Diamond com uma vitalidade tremenda, sem pestanejar. Além disso, apresentou sempre o som "quente" (ui que não gosto deste termo tão enganador no audio), não o "quente" colorido que muitas vezes é apreciado, mas sim o "quente" Humano, realista, orgânico... sem esforço. Extremamente informativo e detalhado, mas nunca com carácter analítico, este Unison Research deixou-me uma impressão muito positiva quanto à sua capacidade de resolução e dinâmica, conjugada com a sua naturalidade na forma de apresentar o som. Um aposta vencedora, um casamento de sucesso com as 805 Diamond!



www.VinylGourmet.com - Discos de Vinil / Edições Audiófilas

Sem comentários:

Enviar um comentário