quarta-feira, 31 de março de 2010

Audioshow 2010 - Notas soltas... Soundeclipse e os outros...


Fui surpreendido de forma muito positiva e agradável por este sistema da Soundeclipse composto por umas pequenas colunas Kudos X2 a cantar ao sabor dos Leema Acoustics Antilla II, Pyxis e Altair IV, que se destacou no "mar" de salas e sistemas que inundaram o Audioshow. Por um "triz" não está no grupo dos melhores do evento


Musicalidade, rapidez de resposta, a tocar bem alto mas nunca soou agressivo, antes pelo contrário o som tornava a música contagiante e um verdadeiro prazer. A electrónica da Leema, que ouvi pela primeira vez, pareceu-me muito boa e inocente de uma certa falta de dinâmica, um som demasiado focado na gama média, que não sendo flagrante não deixou de se fazer notar, e que me pareceu ser atributo das pequenas colunas. Mas não se pode ter tudo, gostei da performance desta sala e pareceu-me que foi precisamente isto que tentaram fazer na sala da Naim, onde o sistema era semelhante e as colunas parecidas no tamanho, mas com resultado sonoro muitíssimo pior.


A Delaudio ficou com a sala mais bonita do Audioshow 2010, e o sistema que apresentou certamente acompanhou o elevado padrão estético. As belas Monitor Audio PL200 continuam a tradição do som equilibrado e dinâmico que já conhecemos desta série Platinum, como habitualmente também lá estavam as fontes da Esoteric, e os impressionantes amplificadores da Pass Labs. As condições da sala quando lá estive não foram as melhores para uma avaliação completa do som, mas o que ouvi pareceu-me bem, com naturalidade e neutralidade que permitem avançar a música, como espero de um sistema deste calibre.


Na Ajasom uma demonstração muito "certinha" com escolhas musicais demasiado óbvias e um som em geral aborrecido... não me deixaram ficar feliz por ver as Avalon Acoustics Aspect com electrónica Nagra que, apesar do aspecto soberbo de um design que considero muito bem conseguido, não tocavam nesta "demo" como seria de esperar para os valores em causa. Ainda assim, nos raros momentos em que o som parecia melhor, mais vivo, o Sooloos da Meridian estava a comportar-se bem e achei interessante terem adicionado este Music Server a este sistema em particular o que acrescentou algo ao carácter "esotérico" do conjunto.


Imacústica com as pujantes ProAc Response D18 e a renascida Micromega. Transientes de cortar a respiração, um som limpo e de resolução elevada, mas pela segunda vez consecutiva achei que as ProAc acusam uma resposta algo empolada nas gamas altas onde o tempo acaba por trazer um ligeiro incómodo. Nao deixa de ser, no entanto, e como habitual, uma marca que nos oferece a música com uma visceralidade fora do comum. Os Micromega, fonte e amplificação classe D, pareceram-me honestos...


Na sala da Delmax achei que as Sonus Faber Liuto tocaram de forma agradável, mas com pouca "história", talvez por causa de uma "doçura" exagerada do Krell S300i... O Audio Analogue Maestro, enorme e com um design belíssimo, já o ouvi noutras ocasiões e normalmente toca muito bem com uma apresentação sonora viva e dinâmica. O conjunto destes três elementos acabou por inclinar-se para o lado mais "soft", mas pelo menos sem as famosas colorações, fama de que a Sonus Faber vai ter dificuldade em livrar-se mas que se calhar começa a tornar-se injusta...


Confesso que não consegui ouvir como devia este sistema composto por material Pro-Ject e colunas Canton... algo se passou, entrei e fotografei, depois por algum motivo saí da sala talvez porque me chamaram ou por outro motivo qualquer... e nunca mais me lembrei de lá voltar. Fica o pedido de desculpas à Supportview, pois do pouquíssimo que ouvi e de que me consigo lembrar não encontrei nada de obviamente negativo... o sistema talvez tivesse merecido mais atenção da minha parte e tenho lido / ouvido boas impressões sobre ele.

Para ver em http://ViciAudio.blogspot.com


www.VinylGourmet.com - Discos de Vinil / Edições Audiófilas

3 comentários:

  1. Ora bolas! A sala que mais gostei pela relação qualidade sonora/preço adequada aos meus ouvidos/carteira e que está na minha lista de compras (material Pro-Ject e colunas Canton) não levou comentários :-( Estava mesmo à espera de ler uma review das suas. Paciência :-)
    Cumprimentos
    Miguel Cabeça

    ResponderEliminar
  2. Olá Miguel,

    pois é, foi lapso meu, tenho pena de não poder contribuir para a avaliação deste sistema tal como fiz com os outros. Talvez numa próxima oportunidade.

    Obrigado!
    Sérgio

    ResponderEliminar
  3. Eu tenho as Canton Chrono 590.2 com ampli integrado Cambridge 650 azur e a qualidade é muito boa.
    Belissimas, baixos (bass) potentes e surpreendentemente amplos. Sem duvida uma boa escolha.

    ResponderEliminar