segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Audio Show 2013 Portugal - Reportagem ViciAudio em fotos e videos (Parte 2)

(pode ler, ver e ouvir a Parte 1 da reportagem aqui)


Imacústica (Wilson Audio / Magico / Devialet / Audio Research / Metronome / EAT)





A Imacústica esteve no Audio Show com duas salas bem recheadas e onde tocava boa música com a habitual excelente qualidade de som proporcionada por equipamentos de alto desempenho audiófilo. Numa das salas as colunas Magico S5 acompanhadas por electrónicas da Constellation Audio (Centaur Mono & Virgo II) e da Metronome Technologie (Calypso Reference) brilhavam ainda mais quando alimentadas pelo gira-discos EAT Forte S com braço Ikeda, cabeça Sumiko Celebration II e pré de phono EAT E-Glo.

Na outra sala, e aquela onde estive mais tempo porque gostei mais da ousadia da proposta, estavam as famosas Wilson Audio Duette II com leitor Audio Research Reference CD9 e amplificação Devialet 240, tudo ligado por cabos Nordost. Esta foi provavelmente a melhor combinação do Audio Show 2013, fiquei muito bem impressionado com as Wilson Audio a tocar completamente encostadas à parede traseira mantendo um controlo fenomenal sobre todas as frequências e ainda com um palco sonoro de fazer inveja a muitos sistemas posicionados de forma tradicional. O Devialet comportou-se sempre à altura tal como o CD da Audio Research mas quer-me parecer que os factores mais importantes deste sistema e do resultado por ele obtido estão nas colunas e nos cabos da Nordost (sempre uma boa opção). Acho mesmo que estas Duette II conseguiram manter quase tudo o que é bom das Wilson Audio de gamas superiores (a visceralidade do ataque e o controlo) acrescentando alguma emotividade típica de umas Sonus Faber que lhes confere uma personalidade mais vincada e elimina um pouco a frieza (quase ProAc-iana) que muitas vezes noto na Wilson Audio. Gostei muito das Duette II e da sua flexibilidade para serem encostadas numa parede mantendo o som realmente fenomenal. Gostei do sistema em geral, agrada-me que seja pequeno, aquele Devialet é minúsculo mas tem uma performance enorme, as colunas são relativamente pequenas, e apenas o CD9 fica a destoar mas facilmente se poderia substituir por uma fonte bem integrada com a restante filosofia "quase-mini" (para standards audiófilos) do sistema.






Linn / Mind The Music (Sondek LP12 Highland Park 40th Anniversary)


Na sala da Mind The Music com presença directa da Linn, tocava um Linn Sondeck de aniversário (bela máquina) com um sistema integrado de colunas com amplificação e DAC Linn Klimax Exakt 350... infelizmente este sistema é dotado de um crossover digital que aceita apenas input digital pelo que a fonte analógica estava a sofrer uma conversão desnecessária...  não que isso torne o som muito pior, mas não é a mesma coisa e por isso foi uma combinação infeliz que se entende pela vontade de mostrar as duas mais recentes novidades da marca.




MyAudiophileStore (Epos / Creek / Aqua HiFi / Black Rhodium / LivZen / Audiomica)



Bom som e muita simpatia na sala da MyAudiophileStore, uma empresa com espírito inovador que privilegia a sua oferta pela loja online mas não descura uma presença física tradicional neste tipo de eventos. Tal como no ano passado voltou a estar na mesma sala de dimensões muito reduzidas, o que para o marketing não é bom, mas para demonstrar sistemas adequados à realidade dos apartamentos urbanos em que muitos de nós habitamos é uma solução quase perfeita. De facto, e pela segunda vez, o Valério Farias conseguiu trazer som de alta qualidade e dimensões reduzidas a preço também muito apelativo, para que não restem dúvidas sobre o que é possível fazer hoje em dia para ouvir música ao mais alto nível de satisfação mesmo num apartamento pequeno. Os equipamentos demonstrados são de marcas consagradas como CD Creek Evolution 2 e amplificador 50A, as colunas monitoras Epos Elan 15, além de um DAC Aqua Hifi La Voce e um NAS LivZEN, tudo interligado por cabos Black Rhodium e Audiomica. Soube bem estar à conversa na MyAudiophileStore a ouvir Michael Brecker, Pat Metheny e companhia!





SupportView (Tannoy / Canor Audio / Accuphase / Cambridge Audio)




Outra das melhores salas e sistemas do Audio Show 2013, gostei muito de ouvir as Tannoy Definition DC10A que soam muito como as Prestige da mesma marca mas que me pareceram ligeiramente mais agradáveis e confortáveis ao ouvido sem perder a dinâmica elevada e os transientes contundentes. Para alimentar as Tannoy estavam presentes belos aparelhos valvulados da Canor Audio (TP106 VR+), uma combinação muito feliz que apresentava um som vibrante mas controlado com uma resolução já bastante elevada, talvez a sala onde a música tocava de forma mais aberta e onde cada nota se oferecia de forma muito frontal e desinibida aos ouvintes.





Ultimate Audio Elite (Gryphon Audio / Rui Borges Turntables / Marten / VTL / EMM Labs)





A Ultimate Audio Elite esteve presente em três salas diferentes, uma delas dedicada ao Cinema em Casa, e duas dedicadas ao Audio onde se puderam ouvir vários sistemas diferentes. Uma das salas apresentava algumas novidades para o nosso mercado como as colunas da Marten (Coltrane Tenor) acompanhadas de electrónica variada da VTL e da EMM Labs, e um gira-discos TW Acustic. Por azar quando lá estive este sistema tocava uma versão intragável de Dire Straits Brothers in Arms (masterização muito pobre) o que eliminou qualquer hipótese de audição em condições. Também estava do outro lado da sala um sistema com colunas Paradigm e amplificação Anthem que não tive oportunidade de ouvir...

Mas a outra sala maior da Ultimate Audio Elite era a principal atracção do show por ter provavelmente o único "mega-sistema" do evento, dominado pela enormes colunas Trident II e electrónica da Gryphon Audio Designs, e pelo sempre fabuloso Rui Borges Turntables Unico que será provavelmente um dos melhores sistemas de gira-discos do Mundo. O som obviamente não desiludiu, a este nível nada toca mal, e é sempre bom poder ouvir um mega-sistema num evento deste tipo para podermos calibrar as nossas expectativas relativamente aos equipamentos audiófilos que vamos encontrando... o Rui Borges Único é uma peça maravilhosa que consegue retirar de um disco de vinil uma quantidade de informação brutal, imaculada e cheia de vida, realmente num campeonato superior. O que é Nacional é mesmo bom!






Viasónica (Bowers & Wilkins / Ayre Acoustics / Vovox)



Excelente sistema com a estreia das Bowers & Wilkins CM10, provavelmente a segunda pérola da série CM (a seguir às maravilhosas CM1), cuja sonoridade me pareceu muito próxima da família de colunas da série 800 da mesma marca, ou seja com as baixas frequências bastante mais controladas do que nas CM9 e uma integração bastante eficaz do driver de "médios" FST. Não sei até que ponto a B&W não conseguia pegar nestas colunas e fazer umas CM10m (?) apenas com 3 drivers usando a mesma disposição do tweeter e a mesma tecnologia FST para criar umas "monitoras" de excelência diferentes da restante gama por serem "3-way"... fica a ideia. Talvez a excelente prestação das CM10 tenha sido potenciada, e muito, pela electrónica Ayre usada na fonte e amplificação e que me pareceu ter uma qualidade soberba, silêncio de fundo absoluto e excelente controlo sobre as colunas. Os cabos Vovox são um regresso às origens com um design de baixa capacitância ao estilo dos famosos Mission Solid Core, com resultados muito bons como já estamos habituados com esta topologia de construção, ficam desde já recomendados por mim.



(pode ler, ver e ouvir a Parte 1 da reportagem aqui)

Para ver e ouvir em www.viciaudio.pt   Visite também o ViciAudio no Facebook!


www.VinylGourmet.com - Discos de Vinil / Edições Audiófilas

Sem comentários:

Enviar um comentário